domingo, 25 de novembro de 2012

O que a Bíblia diz sobre o leilão da virgindade




 Meus amados e queridos irmãos em Cristo Jesus a Paz do Senhor!



Vamos meditar nesta oportunidade no Livro de 1 Coríntios 6:18-20 e 1 Coríntios 7:1-2

"Fugi da fornicação. Qualquer outro pecado que um homem faz-se sem o corpo, mas o que se prostitui peca contra o próprio corpo.

 O que não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo que habita em vós, que haveis de Deus, e que não sois de vós mesmos? 

Porque fostes comprados por bom preço: glorificai pois a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, que é de Deus.

 Ora, quanto às coisas que vos escreveu-me: É bom não para um homem para tocar uma mulher. 


No entanto, para evitar a fornicação, tenha cada homem sua própria mulher, e cada mulher seu próprio marido. "

Vejam meus amados irmãos o que está acontecendo 


pelo mundo afora e já chegou aqui no Brasil:



I. Jovem paulistana entra na ‘onda’ de leiloar a virgindade.





Jovem paulistana entra na 'onda' de leioloar a virgindade.
Jovem paulistana entra 

na ‘onda’ de leioloar a 

virgindade.
















A jovem teve ideia de vender a 


virgindade, após ver vídeo de 


catarinense Ingrid Migliorini, e 


diz que  pretende ajudar mãe 


doente.



Uma Jovem paulista,  de
 18 

anos, que mora na cidade de 

Sapeaçu, distante cerca de 150 

km de Salvador, leiloa a 

virgindade pela internet. Rebeca Bernardo Ribeiro disse 

que teve a ideia após ter visto a “coragem” da catarinense 

Ingrid Migliorini, que conseguiu vender a virgindade por R$ 

1,5 milhão. “Eu vi o vídeo da Catarina, vi a coragem dela de 

não ter medo de ser julgada, não nego que vi o quanto ela 

conseguiu adquirir e pensei em quanto posso adquirir e 

mudar minha vida”,







Baiana afirma que a mãe teve dois AVCs em quatro anos. Foto: Reprodução

A estudante do segundo ano do ensino médio Rebeca Bernardo Ribeiro, de 18 anos, da cidade de Sapeaçu, no Recôncavo baiano, que fez leilão da virgindade através de um vídeo postado na internet, na última sexta-feira (16), disse ao jornal Correio que já recebeu um lance real de R$ 60 mil, mas considera a quantia pequena. “Talvez por esse valor eu aceite, mas espero ainda uma proposta maior. Se valer a pena, eu faço”, completa, optando sempre pelo eufemismo “coisas íntimas” em lugar do popular “sexo”.  Ela admite que resolveu leiloar sua virgindade inspirada no caso da catarinense Catarina Migliorini, 20 anos, que fez o mesmo e obteve um lance de US$ 780 mil (R$ 1,5 milhão). Ela reiterou ao periódico os motivos que a levaram a tomar tal atitude. “Foi pelo dinheiro mesmo, mas eu queria ajudar minha mãe e garantir um futuro melhor pra gente”, disse. De acordo com o jornal, a mãe de Rebeca, de 57 anos, foi por duas vezes vítima de Acidente Vascular Cerebral (AVC), as duas vivem numa casa simples e vivem com um salário mínimo.  A jovem, que se tornou alvo de piadas e ironia nas ruas da cidade, chegou a se declarar arrependida da iniciativa. "Perdi minha paz e estou arrependida. Não imaginei que a repercussão fosse negativa”, afirmou.

 II. Isto já vem ocorrendo lá fora com brasileiras:

Brasileira de 20 anos leiloa a virgindade pela internet


A jovem percorreu os pontos turísticos da cidade de Sydney com uma câmera na mão. Quero viajar bastante e, talvez, morar em outros lugares. Além disso, ainda quero cursar medicina na Argentina, disse ela  Foto: Liz Lacerda/Especial para Terra

A jovem percorreu os pontos turísticos da cidade de Sydney com uma câmera na mão. "Quero viajar bastante e, talvez, morar em outros lugares. Além disso, ainda quero cursar medicina na Argentina", disse ela

Veja o drama desta jovem  na Bahia:

Baiana afirma que a mãe teve dois AVCs em quatro anosFoto: Reprodução
·          
·          
III. Graças a Deus que esta jovem se acordou a tempo:


Estudante desiste de leiloar virgindade após piada






Estudante diz que não sai de casa e deixou de frequentar escola
A estudante do segundo ano do ensino médio, Rebeca 
Bernardo Ribeiro, de 18 anos, desistiu de leiloar a 
virgindade depois que o gesto não foi bem visto na 
pequena cidade de Sapeaçu, a 155 km de Salvador, na 
Bahia.
Ela conta que não sai mais de casa e sofre com piadas dos 
amigos de escola e vizinhos.
- Eu tive que parar de frequentar a rua, não posso sair 
nem para comprar um pão. Teve uma repercussão muito 
negativa e deixei de ir até para o colégio. Dizem que eu 
estou me prostituindo.



IV. Papel de agenciador em leilão de virgem é crime, afirma MP


Promotora diz que o fato de Rebeca negociar a virgindade 

não é prostituição

Para o Ministério Público, o caso de Rebeca Bernardo,  a 

virgem de Sapeaçu que decidiu leiloar  a 'primeira vez' na 

internet, não vai de encontro à lei. "O caso dela, que é maior 

de idade e livre, não se enquadra nem como prostituição 

nem como comércio", afirmou ao A TARDE Sônia Suga, 

promotora de justiça da comarca de Conceição do Almeida 

e substituta em Sapeaçu.


Por outro lado, segundo a análise da representante do 

Ministério Público, a ilegalidade diz respeito ao papel de 

agente intermediário. Isso porque o leilão vem sendo 

intermediado por Mateus Souza, amigo de Rebeca que 

também se identifica como assessor dela. "Por isso, pode 

haver problemas com a lei", alerta a promotora.


Sônia Suga lembra que o tráfico de partes do corpo humano 

é crime, e, no caso da estudante baiana, a conduta passível 

de punição é a de quem faz a intermediação do leilão da 


virgindade dela.


V. Veja como esta  jovem é filha de evangélicos:



Religião: Jovem paulistana, é filha de evangélica,  leiloa 


a virgindade.


A garota diz que recebe ajuda de pessoas que frequentam a 
igreja envagélica que a mãe dela ia antes de ficar doente. A 
menina parou de ir aos cultos há três anos, mas diz que não 
é criticada pelos amigos da mãe. “Eles não concordam, mas 
também não me deixam de lado. Acham que eu não preciso 
ser julgada e sim aconselhada e apoiada”, revelou.

Sobre o que a mãe dela acha da situação, Rebeca ela conta 
que no início foi difícil, mas depois a ela entendeu a atitude 
da filha: “Achava que seria muita crítica. Passando um 
período, ela falou que tenho 18 e que sou responsável pelas 
minhas atitudes”, disse.

História
Nascida em Itapecerica da Serra, no interior de São Paulo, 
a menina foi morar em Sapeaçu ainda bebê. O pai dela era 
baiano e ela morreu sem conhecê-la. “Não tive nenhum 
contato com meu pai, não o conheci. Logo quando eu nasci 
meus pais se separaram”. A jovem também perdeu uma 
irmã de 27 anos, que era surda e muda, há dez anos.

Entre as atividades que mais gosta, Rebeca gosta de 
cavalgar. “Adoro andar a cavalo. Nos finais de semana, 
pego algum emprestado e vou montar. Fora isso, gosto de 
conversar com minhas amigas, ficar no Facebook, assistir 
televisão, essas coisas básicas de adolescentes”, afirmou.

A menina pretende prestar vestibular em 2013 para 
psicologia ou nutrição em alguma faculdade próxima de 
Sapeaçu, para não ficar distante da mãe. Ela diz que 
sempre se sentiu “diferente” na escola e se considera vítima 
de bullyng. “Antes do vídeo, já sofria tipo um bullyng porque 
sou mais na minha, não me envolvo em panelinhas. 
Colocavam apelidos em mim, faziam zombaria. Eu sou 
diferente até no modo de vestir, me acho diferente, gosto de 
ousar”, conclui.


VI. Vamos verificar agora que a Palavra de Deus nos fala sobre 
este assunto:

1 Coríntios 6:18-20 e 1 Coríntios 7:1-2

"Fugi da fornicação. Qualquer outro pecado que um homem faz-se sem o corpo, mas o que se prostitui peca contra o próprio corpo. O que não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo que habita em vós, que haveis de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço: glorificai pois a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, que é de Deus. Ora, quanto às coisas que vos escreveu-me: É bom não para um homem para tocar uma mulher. No entanto, para evitar a fornicação, tenha cada homem sua própria mulher, e cada mulher seu próprio marido. "

O significado do dicionário a palavra "fornicação" significa qualquer intercurso sexual ilegal, incluindo o adultério. Na Bíblia, a definição grega da palavra "fornicação" significa comprometer as relações sexuais ilícitas. O que constitui o sexo ilícito? Cujas leis vivemos perto? Padrões mundanos ou leis muitas vezes nem sempre se alinham com a Palavra de Deus. Os pais fundadores dos Estados Unidos estabeleceu muitas leis que foram originalmente baseados em padrões cristãos e as leis da Bíblia. No entanto, ao longo do tempo os Estados Unidos se afastou bastante da essas normas e, ao apresentar os nossos padrões morais são chocAntes do mundo. No entanto, a imoralidade não é encontrado somente em os E.U. mas é uma epidemia mundial. Sociedades ao longo da história e ao redor do mundo adotaram padrões sexuais que são chamados pecados na Bíblia.

Fornicação não é apenas tolerado em nossa sociedade, mas que realmente está sendo incentivado. O pecado da fornicação está sendo cometido, mesmo entre os cristãos, como muitos casais "viver juntos" e ter relações sexuaisAntes do Casamento. A Bíblia nos diz para fugir deste pecado. Temos aconselhado os cristãos do sexo oposto que compartilham um apartamento e eles nos disseram que não estavam fazendo sexo de modo que este certamente não estava errado. A Bíblia declara essas palavras em 1 Tessalonicenses 5:22-23:

"Abster-se de toda aparência do mal. E o mesmo Deus da paz vos santifique em tudo, e peço a Deus todo o vosso espírito e alma e corpo sejam conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo".

Nossas vidas como cristãos são um testemunho vivo para os outros e não podemos quebrar as leis de Deus, sem incomodar os outros da vinda de Cristo. Temos que viver nossa vida em pureza diante de um mundo pecaminoso e ímpio. Não devemos viver de acordo com suas normas, mas de acordo com o padrão de Deus na Bíblia. Nenhum casal deve viver juntos fora dos laços do Casamento.

Muitos dizem que viver juntos Antes do Casamento para ver se eles são compatíveis, pois não quero o divórcio. Isto pode soar como uma razão justificável para cometer o pecado da fornicação, mas aos olhos de Deus, ainda é pecado. Estatísticas mostram, contudo, que aqueles que vivem juntos Antes do Casamento são mais propensos a divorciar-se do que aqueles que não o fazem. Morando juntos mostra uma total falta de confiança em Deus e uma falta de comprometer-se a ele a escolha de um companheiro. Os cristãos que vivem nesta situação estão fora da vontade de Deus e da necessidade de se arrepender e buscar a Deus de saber se esta pessoa é o caminho certo para eles. Se é a vontade de Deus para que possam ser, juntos, devem se casar. Caso contrário, eles precisam mudar suas condições de vida.

Como cristãos, a meta de qualquer relacionamento deve ser a causa do povo em nossas vidas para amar e conhecer o Senhor melhor. Viver junto é vergonhoso e egoísta como as partes não importa o que os outros pensam ou como elas podem afetar as suas famílias e outros. Eles estão vivendo para satisfazer seus próprios desejos e os desejos egoístas. Este tipo de estilo de vida é destrutiva e especialmente para as crianças cujos pais estão a viver um mau exemplo perante eles. Não admira que os nossos filhos estão confusos sobre o certo eo errado, quando os pais degradar a santidade do Casamento, vivendo juntos fora do Casamento. Como viver juntos podem causar crianças a amar e honrar a Deus quando seus pais quebrar as leis de Deus, Antes deles, porque são sensuais?

Os jovens de hoje precisam ser ensinados a se abster de relações sexuais e permanecem virgens puras Antes do Casamento. Tantos problemas em Casamentos-tronco a partir de hoje o fato de que eles não são virgens quando se casam. Os jovens estão trazendo emoções feridos e corpos doentes em seus Casamentos por causa de assuntos Antes promíscuo. DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) são tão comuns que as estatísticas são chocAntes. Existem 12 milhões de novos casos de DST por ano nos Estados Unidos e 67% destes ocorrem entre pessoas com idade inferior a 25. Na verdade, todo um ano de seis contratos de adolescentes uma DST. 100.000 a 150.000 mulheres se tornam inférteis a cada ano como resultado de doenças sexualmente transmissíveis. Others ¹ suportar anos de dor, algumas destas doenças são incuráveis. O preço de um trágico para pagar pelos pecados sexuais. A Bíblia tem razão quando diz que a fornicação é um pecado contra o próprio corpo.

O pecado da prostituição não é apenas definido como a relação sexual ilícita entre aqueles que não são casados, mas também é um guarda-chuva para outros pecados sexuais também. A Bíblia também fala do pecado do incesto como fornicação em 1 Coríntios 5:1:

"É comumente relatado que há entre vós fornicação, e fornicação tal como não é tanto como entre os gentios, que deveria ter uma mulher de seu pai."

A Bíblia também lista devassos como fornicadores em Apocalipse 21:8:

Mas o medo, e aos incrédulos, e aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras ea todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, que é a segunda morte.

Todas as prostitutas e os proxenetas são impuros. Casais que apenas "viver juntos", segundo a Bíblia, estão a cometer o mesmo pecado que cometem prostitutas. Singles que "fazer cair o amor" na mesma categoria. Só porque a sociedade tem aceito este tipo de vida não faz direito. A Bíblia deve ser nosso padrão de o que é certo e errado. Devemos mudar nossos padrões, se não queremos que a ira de Deus caia sobre nós. Deus odeia o pecado, mas ama o pecador. Se alguém se arrepende e pede a Jesus hoje Ele irá ajudá-los a sair de um relacionamento ilícito e curá-los de todas as mágoas do passado e até mesmo curar qualquer doença que pode ter contraído.

Deus nos deu as leis da Bíblia para o nosso bem. Eles não são destinadas a negar-nos alguma coisa boa, mas eles são dadas para que possamos desfrutar da relação sexual adequada no momento adequado. Se obedecermos as palavras da Bíblia e "fugir da fornicação" e glorificar a Deus em nossos corpos, o Senhor nos abençoará além do que poderíamos crer.

Salmo 145:17-21: "O Senhor é justo em todos os seus caminhos, e santo em todas as suas obras. O Senhor está perto de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade. Ele vai cumprir o desejo dos que o temem: ele também vai ouvir o seu clamor, e vai salvá-los. O SENHOR guarda a todos os que o amam, mas todos os ímpios serão destruídos. minha boca falará o louvor do Senhor, e bendiga toda a carne seu santo nome para todo o sempre. "
 


VII. Negociando o corpo



Os estudantes dos dias de hoje têm, em muitos momentos, 

desprezado os significados das raízes de palavras bíblicas 

com o aviso de que estas idéias nunca se passaram pela 

cabeça dos cristãos do primeiro século. Eles nos dizem, por 

exemplo, que os discípulos primitivos jamais associaram a 

idéia de “chamados” com a palavraekklesia (igreja), quando 

os apóstolos usaram este termo para denotar o povo de 

Deus. Eles pensavam em um “grupo”, “congregação” ou 

“assembléia”. O mesmo, dizem eles, pode ser dito da 

palavra “parábola” (“colocado ao lado de”) – uma narrativa 


de um evento da vida colocado ao lado de uma idéia ou 

verdade espiritual. Meramente pensavam em uma 

“ilustração” ou estória “desenhada”. Então, estou confiante, 

pode também dizer que não pensaram automaticamente nas 

origens de palavras traduzidas como “sinagoga” 

(“trazer”+”juntos”), despenseiro ("casa" + "lei"), "apóstolo" 

("de" + "um enviado"), etc. 


Até certo ponto podemos concordar com essas 

observações, mas precisamos acrescentar um aviso: 

aqueles que negligenciam o estudo das origens das 

palavras assim o fazem para seu próprio detrimento como 

estudantes da Bíblia. Estão roubando de si mesmas 

imagens e ilustrações que aumentam a compreensão 

destes conceitos bíblicos básicos. Aqueles que nos 

lembram que ekklesia nunca criou uma imagem de 

“chamados” nas mentes dos discípulos são rápidos em 

apontar nas Escrituras que a igreja consiste daqueles que 

foram “das trevas para a sua [de Deus] maravilhosa luz” 

(veja 1 Pedro 2:9-10). O conhecimento da origem de uma 

palavra e das utilizações antigas fornece aos evangelistas e 

professores materiais básicos com os quais podem trazer os 

estudantes da Bíblia de volta à essência da igreja do 

Senhor. E é assim com muitas outras palavras. 


Uma verdade importante, por exemplo, está inculcada nas 

mentes dos nossos jovens na idéia original da palavra 

“fornicação”. O seu significado, neste caso, é mais que uma 

ilustração; é a base para a compreensão da natureza 

essencial deste pecado. Os termos “prostituta”, “fornicação”, 

“fornicar” e “fornicador” todos vêm de uma palavra que 

significava “vender” e é a base da palavra em português 

“pornografia”. Compreendemos a relação destas palavras a 

“prostituta”– uma pessoa que vende o seu corpo, um que 

negocia o corpo por dinheiro. 



Sim, sabemos que as imagens de “negociar” ou “transação” 

de negócios nunca passou pela cabeça dos cristãos quando 

ouviram a palavra porneia ("fornicação"). Eles, certamente, 

pensaram em “imoralidade sexual” e imaginaram homens e 

mulheres unindo seus corpos sexualmente em relações fora 

do casamento. E eles, pela palavra em si, nunca pensaram 

em pessoas tendo relações sexuais por dinheiro. Tudo isso 


é claro. Mas o que não foi visto, ao negligenciar o 

significado da raiz da palavra, é que a fornicação é 

essencialmente uma venda do corpo; é uma negociação ou 


transação feita entre uma ou mais pessoas. 

Para compreender isso, devemos pensar no plano original 

de Deus para o casamento. A mulher foi feita para o 

homem, e o seu corpo foi feito para se juntar ao dele para 


popular a terra e fornecer prazer físico e pessoal. Mas 

aquele relacionamento só poderia ser aproveitado como 

uma bênção e privilégio no casamento – depois que os dois 

tivessem decidido a “tornarem uma só carne” até a morte 

(Gênesis 2:24; Romanos 7:1-3; 1 Coríntios 7:39). Deus 

revela assim que o casamento é digno de honra e a cama 

ou a união de dois corpos é pura no santo matrimônio. O 

casamento não era um compromisso com o “corpo”, mas 

com a “pessoa inteira” – para toda a vida, inclusive em 

épocas de doença, pobreza, tristeza, como também em 

épocas de prosperidade, prazer e felicidade. A “fornicação”, 

a união dos corpos na ausência de um compromisso 

“pessoal” para sempre, é condenada por Deus, e ele julgará 

aqueles que a praticam (veja Hebreus 13:4). Tais pessoas, 

diz ele, não herdarão o reino de Deus (veja Gálatas 5:19-21; 

1 Coríntios 6:9-10). 


Portanto, o apóstolo Paulo lembra os cristãos que os seus 

corpos devem ser santuários do Espírito Santo – que não 

pertencem a eles. O corpo, portanto, não é para a 

prostituição, mas para o Senhor (veja 1 Coríntios 6:12-20). 

O que é, então, a “fornicação”, além da imoralidade sexual 

– a sua violação dos princípios morais e eternos de Deus? 

É, também, um “acordo” entre duas pessoas que envolve 

vender o corpo; não obviamente, nem necessariamente por 

dinheiro, mas por outras comodidades. Quando é vendido 


por dinheiro é chamado de “prostituição”, mas para outras 

coisas é julgada por muitos como inocente. 

Por que os jovens, ou pessoas de qualquer idade, unem os 

seus corpos fora do casamento e fora de um compromisso à 

“pessoa” – corpo e alma – para sempre? Uma jovem oferece 

o seu corpo para um jovem como um negócio: para que ela 

possa ir a uma festa com um rapaz popular, para que ela 

possa se divertir ou ter prazer, que ele possa viver com ela 

e dividir o aluguel, para que ele possa comprar presentes 


para ela e levá-la a restaurantes chiques, para que ele 

possa deixá-la dirigir o seu carro esportivo, para que ele 

possa gostar dela e ser o seu namorado. O mesmo, para 

estas e talvez para outras razões, faz com que um jovem 

cometa fornicação com uma moça. Nenhum dos dois une o 

seu corpo a outro fora do casamento num vazio ou numa 

situação neutra. Há sempre na mente de um ou dos dois um 

acordo, uma transação, uma negociação do corpo. 


Deus nunca planejou homens ou mulheres para venderem 

os seus corpos. Deus criou o homem para amar a sua 

esposa como o seu próprio corpo, exaltá-la e as suas 

necessidades acima de si mesmo, e “grudar nela como 

cola” (“unir-se” a ela). Ele planejou a mulher para mostrar 

afeição a seu marido, respeitá-lo, reverenciá-lo, e se 

submeter a ele e às suas necessidades (veja Efésios 5:22-

33). Quando estão dispostos a se entregarem um ao outro – 

não usar ou negociar um ao outro pelos seus corpos – então 

podem se unir como uma só carne, um privilégio e um selo 

do seu comprometimento para toda a vida. 


Qualquer outra coisa é meramente negociar os seus corpos 


para favores temporais; “prostituição”, como o Senhor 

chama. E disso, os cristãos devem “fugir”, como fez José, 


para que não cometam “tamanha maldade” e pecar contra 

Deus (Gênesi 39:9; 1 Coríntios 6:18).




A minha palavra final é no sentido de coibir a sociedade brasileira e em especial, os evangélicos a jamais caírem nesta armadilha diabólica de se vende algo que Deus lhe deu gratuitamente por dinheiro (1 Tm 6.10)


Que Deus nos abençoe e nos guarde em nome de Jesus, amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário